quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Messalina

Afinal, o que você quer de mim?
Um breve roçar de corpos, um beijo furtivo e esquecível?
Aqui entre meus seios há um lago profundo que, mais que molhar suas mãos, merece um mergulho.
O que você vê em mim?
Pode enxergar o corpo além do corpo, adivinhar as curvas da minha alma, perceber meu cheiro por trás do perfume?
Habita em mim um arcanjo que, sob um véu de beata, veste-se de prostituta e sai por aí, pombagirando em meus sonhos molhados...
O que você espera de mim?
Um caso tórrido como uma tempestade tropical – assustadora, violenta e passageira?
As quatro estações dançam em meus olhos, eu as conheço de cor.
Tenho mais para dar de mim. Tenho a preguiça das manhãs cheirando a frutas, a melancolia das tardes sabor de vinho e a paixão cor de púrpura das madrugadas.
Eu sou mais. Contaria muito mais, se só por um momento eu acreditasse que, mais que a mim, é somente a mim que você quer. Soltava esse arcanjo louco pintado de Messalina para seduzir você.
Então, depois de dançar com minha alma, lhe traria para esse lugar entre meus seios, onde existe um lago profundo...

17-09-95



Nenhum comentário:

Postar um comentário