segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Presente do Anjo

Obra do artista e anjo de plantão Mario Pavani, a partir de uma foto. Eu precisava postar esse presente! Conheçam o homem e o artista. @mariopavani  http://nosolhosdeamar.blogspot.com

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Encontrados numa velha agenda


Uma lágrima doce aguarda a ordem de partida. Me contenho. Não quero dar esse gostinho à vida.
...

Não sei de onde veio essa tristeza.
Envolveu-me, roeu, mordeu por dentro. Sentou-se comigo à mesa do café. Ajudou-me com os cabelos e a maquiagem. Sugeriu a blusa.
Cantou Djavan nos meus ouvidos. Brincou com minhas lembranças, inventou fantasmas.
A tristeza não sabe divertir, mas sabe encher o tempo, fazer companhia. Vou ficando com ela por aqui, enquanto você não vem...
...

Te amo. Amo até esse gemido estranho que você faz quando me abraça...
...
Conheço seu jeito! Sei bem quem você é! Aquele tipo safado, louco, viciado em mulher.
E embora minha cabeça reconheça o tamanho do problema e altura do abismo,
Meu corpo, burro, treme e anseia pelo seu.
Sonho em mergulhar minha brancura nessa morenice quente e boa...
E gritar pro mundo lá fora: Foda-se! E quanto a você, vem cá...
...

Por vezes é a insanidade que me atiça (sangue nos olhos!)
Noutras, a paz e a tranquilidade me enchem de preguiça.
Sou feita assim, maré rasa, maré cheia, tempestade, calmaria, fogo e água – incoerências – Muito prazer, Márcia Maria.
(A Filhota, Laura Beatriz, num Momento Carão. Ela me representa bem...)