terça-feira, 11 de outubro de 2011

Foto antiga



Encontrei uma foto esquecida nuns arquivos antigos.
Original, o título era Flor de Liz...
Você, semideus e seminu, me abraça, distraído...
Eu, de cara lavada, expressão cansada e feliz.

Bailaram na mente confetes de lembranças,
No coração, pinicar de sentimentos.
Quanto tempo faz? Um ano... Dois? Quanta distância...
E abri um sorriso gostoso, agradecida ao Tempo...

Por que todo o amor do mundo, seja como for
Mais dia, menos dia, vira canção, fotografia.
Fecham-se as feridas, cala-se a dor.
E a gente se pergunta o que é mesmo que sentia...

4 comentários:

  1. Minha nossa, perdi o folego, prendi a respiração na segunda vez que li, viajei em cada linha, estrofe, cada palavra.
    Poesia, linda, real, sentida, com gosto de saudade, lembrança querida, mas cheia de realidade.
    Me encantei

    ResponderExcluir
  2. Meu pensamento também viaja quando revejo minhas fotos antigas.
    Amei

    ResponderExcluir
  3. Tutaméia. Foto antiga quase sempre é bom

    ResponderExcluir