terça-feira, 16 de novembro de 2010

EXCLUSÃO

Tá bloqueado, amarrado, excluído
Tá dominado, guardado e esquecido.
Cartas e fotos rasguei
Poemas e músicas amassei
Sua blusa preta... tá, essa eu guardei.
Apaguei vestígios, reescrevi minha história.
Em minha Bio não aparece você
Aproveita o momento e me esquece.
Não faz força não, só me deixa ir.
Não tô pedindo pra explicar nem me entender – já fui, deixei você.
Pausa pra um café, pausa pra um gole de coisa qualquer, um cigarro, um lexotan fora de moda. Pausa pra minha cabeça foda! Pausa!...
...E se alguém aí estiver entendendo alguma coisa, joga a bóia, age! Acho que não chego até a margem...

7 comentários:

  1. Queridona!!

    Você sabe que amo passar por aqui e me deliciar em seus textos, né?

    Gosto da sua linguagem clara, direta e muito precisa, pois toca em assuntos tão tensos e, ao mesmo tempo, tão leves!

    Gosto muito e queria que você escrevesse mais... promete?

    Sou fã!

    Beijos, linda!

    P.S. Ultimamente, eu também não estou entendendo nada.....rsrs!

    ResponderExcluir
  2. Ah tia Marci,pode deixar que eu vou jogar a bóia sim uma para mim e outra para você rsrs
    amo suas poesias, adoro ver você brincar com as palavras e as palavras brincarem com você!

    ResponderExcluir
  3. Amei prima! Pena q extraído de sofrimento... mas tamo ai!!! bj

    ResponderExcluir
  4. QUANDO ENTRO AQUI MISTURO SENTIMENTOS... dou rizada, fico pensativa, ... é um tal de "han??.. hum!! "... e acabo caindo na mesmice gostosa de dizer... adoooooooooroooooooo!!!
    MÁRCIA é isso aí... é pura mistura selecionada!

    ResponderExcluir
  5. Isso é o que todo mundo deveria fazer ou dizer quando uma história acaba mal. Admiro quem o faz. Parabéns pelo texto, certamente servirá de inspiração pra alguem falar ou fazer o mesmo. bjo

    ResponderExcluir
  6. Exclusão...gostei!
    Com leveza e autenticidade falou tudo.
    Parabéns & Sucesso

    ResponderExcluir