quinta-feira, 28 de julho de 2011

A foto que eu amo

(sua foto aqui)


Na foto que eu amo, vejo seu perfil perfeito. Não sei para onde olha, mas sei que morde a boca, como quando está pensando no que vai dizer...
Os cabelos, raramente à mostra, estão lá, rebeldes, contestadores como você.
A barba...
Na foto que eu amo, imagino que você olha pra mim. Que estou deitada na sua frente, meio vestida, meio nua, livro na mão, enquanto lhe espero. Você virá, me olhando fixo, mordendo a boca, pensando no que vai fazer...
Na foto que eu amo, imagino meter a mão por sua barba e ir me alojar nos seus cabelos, entrando diretamente sob o foco do seu olhar. Desfazer a mordida na boca, me oferecer pra essa mordida, não pensa mais, não pensa mais...
Na foto que amo, vou ter você pra sempre. Vou sonhar, viver o que eu quiser. Passado, presente, futuro - na foto que amo, nos amamos acima e além do tempo.

2 comentários:

  1. Na foto que você ama, há o próprio reflexo do amor, da intensidade e da paixão que existe aí dentro e que, de vez em quando, você resolve emprestar para o outro...

    Mas lembre-se: na verdade, é tudo seu! Sempre foi!!

    Aprendendo demais com seus ensinamentos no Twitter esta semana... mesmo cabisbaixos, me trazem enormes lições!

    Beijos, amada!!!

    ResponderExcluir
  2. continuo devorando tudo q vc escreve.
    nem uso guardanapo pra limpar a boca.. deixo escorrer pelo queixo distraida..
    é tudo muito lindo!! MÁRCIA, beijo da MÉRCIA!!!

    ResponderExcluir